Os Passadiços do Paiva, um projeto do município de Arouca, já tinham arrecadado quatro distinções nos World Travel Awards, os prémios do turismo o de Melhor Projeto Europeu de Desenvolvimento Turístico, em 2016, 2017 e 2018; e o de Melhor Atração Turística Europeia de Aventura, também neste ano.

Agora volta a repetir este último, na gala que decorreu esta noite, no Pátio da Galé.






usta 1€, visitar a Melhor Atração Turística de Aventura do Mundo — assim eleita nos World Travel Awards, ou óscares do turismo, este sábado, 1 de dezembro — onde Portugal foi um histórico vencedor, saindo com 16 distinções.









Os Passadiços do Paiva localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. São 8 km que proporcionam um passeio intocado, rodeado de paisagens de beleza ímpar, num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas, cristais de quartzo e espécies em extinção na Europa. O percurso estende-se entre as praias fluviais do Areinho e de Espiunca, encontrando-se, entre as duas, a praia do Vau. Uma viagem pela biologia, geologia e arqueologia que ficará, com certeza, no coração, na alma e na mente de qualquer apaixonado pela natureza.












Partida: Areinho / Espiunca
Distância a Percorrer: 8700m (linear)
Duração Média: 2h e 30m
Nível de Dificuldade: Alto
Desníveis: Acentuados
Tipo de Percurso: Pequena Rota
Âmbito: Desportivo, Cultural, Ambiental e Paisagístico
Época aconselhada: Todo o Ano







Melhor Atração Turística de Aventura do mundo, na gala que decorreu esta noite, no Pátio da Galé.

A infraestrutura, que oferece paisagens ricas em beleza e biodiversidade, junto ao rio, está integrada no Arouca Geopark, um território com 328 quilómetros quadrados, reconhecido pela UNESCO como Património Geológico da Humanidade.

Os Passadiços do Paiva, em Arouca, acabam de conquistar o prémio de Melhor Atração Turística de Aventura, no âmbito dos World Travel Awards.