Ria Formosa é um sapal situado na província do Algarve em Portugal, que se estende pelos concelhos de LouléFaroOlhãoTavira e Vila Real de Santo António, ao longo de 60 km desde a praia do Ancão até à praia da Manta Rota. E foi considerado um dos mais belos parques do Algarve, tendo uma grande função e um belo habitat.

Foi recentemente eleito como uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal e essa distinção já nos poupa muitas palavras: as suas cinco ilhas e as duas penínsulas são de uma beleza ímpar e é obrigatório visitá-las se estiverem pelo Algarve.

 

Em termos geológicos, a área contém principalmente areia, arenitos e calcário.
A Ria, relativamente à flora, conta com vegetação dunar (estorno, cordeirinhos de praia), vegetação de sapal (prado de sapal), a mata (pinheiro bravo e manso, sobreiro, zambujo, rosmaninho e tomilho) e a vegetação ribeirinha (caniço e tábua).



Já em relação à fauna, a Ria constitui um abrigo que assegura a alimentação e reprodução das espécies, acolhendo mamíferos (lontra, geneta, fuinha), répteis (osga, camaleão, espécie ameaçada de extinção), anfíbios (rã-comum, sapo), aves (aves aquáticas e limícolas oriundas do Centro e Norte da Europa para invernada, e espécies residentes: colhereiro, garça-real, ganso-patola, ostraceiro, garajau-comum, mergulhão-de-pescoço-preto, ostraceiro, fuselo, gaivota-de-cabeça-preta), insetos (libélula), cefalópodes (polvo, choco, lula), crustáceos (caranguejo-morraceiro, boca), moluscos bivalves (amêijoa, ostra, berbigão, conquilha, lingueirão, ferro-de-engomar, búzio, ouriço-do-mar), anelídeos (minhoca de areia), e peixes (safia, sargo, salema, robalo, pargo, bica, enguia; e a ria tem ainda a maior comunidade de cavalos marinhos do mundo: cavalo-marinho de focinho longo, e cavalo-marinho de focinho curto).



A Ria Formosa possuí características ambientais e paisagísticas que lhe conferem um valor científico, cultural social e económico que se tem vindo a preservar. Ao contrário do que se possa pensar, as atividades ligadas à pesca, marisco, salicultura e aquicultura são essenciais.

Existem mais de 200 mil pessoas na área total dos concelhos incluídos no Parque da Ria Formosa, conferindo uma elevada densidade de ocupação populacional. A presença dos homens acompanha a Ria em toda a sua extensão, desde núcleos urbanos, construções isoladas e aldeamentos turísticos, contudo, existe um esforço crescente para não alterar o equilíbrio deste rico ecossistema.

 

 



 

Ria Formosa tudo o que escrevermos corre o risco de, rapidamente, estar desatualizado: é que o Parque é formado um sistema de lagoas único e em permanente mudança, dependente do movimento contínuo dos ventos, das correntes e das marés.

 

Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal