Praia da Lota





A praia da Lota, também designada Praia do Alto ou Praia do Sí­tio do Alto, é uma praia situada na extremidade oriental da linha costeira da freguesia de Vila Nova de Cacela, concelho de Vila Real de Santo António, no Algarve, Portugal. É ladeada a nascente pela Praia da Alagoa e a poente pela Praia da Manta Rota e constitui uma das praias da Baí­a de Monte Gordo.

Em 2015 tem atribuí­da a Bandeira Azul, atestando a boa qualidade das suas águas. Abonada por um mar calmo, a tí­pica aldeia piscatória rendeu-se ao turismo de massas.

A Praia da Lota surge na continuidade da Manta Rota, concentrando a atividade piscatória daquela povoação. Assim, e à medida que se atravessam os quase 200 metros de passadeira para alcançar o areal, observam-se diversas embarcações de pesca artesanal, casas de aprestos e as artes de pesca, trazendo a memória do tempo em que este areal era utilizado como lota e se vendia o peixe acabado de chegar da faina no mar.

A faina ainda se mantém, mas o uso do areal é agora essencialmente balnear, tratando-se duma praia imensa com diversos apoios ao lazer e uma área desportiva. As dunas são baixas tendo como vegetação dominante o estorno e o felpudo cordeirinho-da-praia, típicos da frente dunar. Mais para o interior abundam matagais dunares altos com o característico piorno-branco. A praia é relativamente tranquila, muito quente e luminosa, a rebentação é suave e os banhos mornos.



Praia do Martinhal Vila do Bispo Sagres Algarve





Situada a 2 km de Sagres, a Praia do Martinhal possui uma grande extensão de areia banhada por uma ondulação regular, muito apreciada pelos praticantes de surf e windsurf. Ao largo, alguns rochedos formam pequenas ilhotas, onde se abrigam várias espécies marinhas e conferem uma beleza diferente a este lugar.

O Martinhal situa-se para nascente da vila de Sagres e, embora ainda beneficie do abrigo proporcionado pela ponta da Baleeira, pode tornar-se bastante ventoso quando a nortada entra pelo amplo vale que antecede o areal.

As águas são porém calmas e convidam à prática de windsurf e de mergulho, sendo frequentes as visitas subaquáticas aos cénicos ilhotes de natureza calcária que se situam ao largo da praia, afamados pelas suas grutas submarinas e vida marinha.

A praia é essencialmente arenosa, com dunas altas no centro do praia e vegetação de sapal a estender-se para o interior do vale; apenas para nascente as arribas voltam a marcar a paisagem. Encontram-se aqui as ruínas dum importante centro oleiro romano e, nos ilhotes, vestígios de tanques para salga de peixe.

Para nascente do Martinhal, surge um pequeno areal deserto, com acesso pedonal através da urbanização do Martinhal. Trata-se da Praia dos Rebolinhos que deve o seu nome ao calhau rolado que a preenche, os chamados “rebolinhos”.

Acesso Viário: Estrada Pavimentada; Entrada na EN 268 a cerca de 100m da entrada da localidade de Sagres

 

Acesso Pedonal: Caminho Consolidado

Estacionamento: Não regularizado; Capacidade aproximada de 78 Lugares

Tipo: Praia Marítima

Serviços: Restaurantes; Escola de Windsurf; Aluguer de Gaivotas e de Caiaques

Segurança: Vigiada pela capitania; Nadador Salvador

Areal: Areia Branca, com uma extensão de 1000m

Dimensões com Praia-mar: 1000m de comprimento x 50m de largura

Arribas: Cordão dunar consiste no único abrigo ao vento predominante (Noroeste)

Temperatura média da água: 22ºC – Verão

Atividades que podem ser desenvolvidas: Canoagem; Motas de Água; Caça Submarina; Pesca Desportiva; Snorkeling; Windsurf

Observações: Maior sistema dunar do concelho



Praia do Tonel





A praia do Tonel uma praia bem abrigada com uma vista priveligiada para a ponta de Sagres e a fortaleza do cabo de S. Vicente. Esta praia est equipada com casas de banho pblicas, parque de estacionamento e restaurante.

Praia da Salema





A praia da Salema est localizada na pitoresca aldeia de pescadores que tem o mesmo nome, a mesma tem um excelente acesso para os restaurantes e as lojas das suas redondezas. O resort Parque da Floresta encontra-se bastante perto desta praia. A praia s vigiada durante o vero e tem casas de banho e restaurantes nas suas imediaes.

Praia do Mirouo Vila do Bispo





Se procura uma praia practicamente selvagem,isolada, o Mirouço é o local ideal. Embora seja de acesso dificil, compensa pela beleza e aspecto inóspito.Um local único, um areal pequeno, que não se pode esquecer de visitar quando estiver em Vila do Bispo. 

A Praia do Mirouço apresenta um areal extenso, cuja área diminui bastante durante a maré alta. Quem a frequentar deve prestar atenção aos períodos das marés.As enormes escarpas da falésia encobrem este pequeno paraíso escondido.O acesso é feito por um caminho de terra proveniente da Estrada Nacional 268. Chegado à praia, terá que descer por um trilho na falésia de dificuldade elevada, na zona Sul.



Praia da Ingrina Vila do Bispo, no Algarve





A Praia da Ingrina situa-se junto à aldeia de Raposeira, no concelho de Vila do Bispo, no Algarve, Portugal. Fica numa pequena reentrância da costa sul do concelho, ladeada por rochas, a oeste da vizinha Praia do Zavial e a leste da Praia do Barranco. Dispõe de alguns serviços de apoio aos banhistas.

Enquanto se dirige para a praia, aproveite a oportunidade para admirar os extensos campos de cereais ondulantes e os muitos monumentos megalíticos que podem ser encontrados em toda a área, especialmente os menires esculpidos em calcário. Quando você chega à costa, a terra dá lugar à vegetação costeira do Mediterrâneo. 



Praia do Telheiro





Apesar de relativamente abrigada da nortada fria, esta é uma praia tranquila devido ao acesso que se faz por um trilho íngreme, percorrendo as bancadas calcárias da arriba até ao areal.

Na área envolvente dominam campos agrícolas e pastagens, e é comum o avistamento de aves de rapina, sobretudo falcões, em busca de alimento.

É a última praia a ocidente antes do cabo de S. Vicente e surpreende pela beleza e diversidade de formações rochosas, a que não será alheio o facto de ser este o ponto de encontro entre o maciço escuro de xisto que aflora na costa ocidental (antiga cadeia de montanhas, muito enrugada e deformada) e a orla sedimentar meridional, composta por arenitos alaranjados, pelo grés de Silves de cor rubra, e por calcários claros, caprichosamente esculpidos.

Diversas plantas aromáticas colonizam as bancadas calcárias da arriba; já junto da linha de água que alcança o areal desenvolve-se vegetação exuberante, com tamargueiras e caniços.



Praia de Santo Antnio (Vila Real de Santo Antnio)





A Praia de Santo António é uma praia situada na freguesia e concelho de Vila Real de Santo António, sendo a mais oriental do Algarve e de Portugal. Situa-se a nascente da Praia de Monte Gordo e a oeste da foz do rio Guadiana, fazendo assim parte da costa da baí­a de Monte Gordo, junto da Ponta da Areia. Tal como a vizinha Praia de Monte Gordo, dispõe de águas cálidas e calmas.

A praia é acessí­vel através de caminhos pela Mata Nacional das Dunas Litorais de Vila Real de Santo António ou, na época alta, por um comboio turí­stico, pelo valor de 1u20ac por percurso, disponibilizado pela Câmara de Vila Real de Santo António.

A foz do Guadiana, a Mata Nacional e a Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António dão o enquadramento paisagí­stico.

O concelho de Vila Real de Santo António, bastante privilegiado pelas suas magníficas praias, além das qualidades naturais e únicas que as caracterizam, faz todos os anos um enorme esforço para que todos aqueles que nos visitam usufruam das melhores condições, situação que desde à muito reconhecida através da atribuição do galardão Bandeira Azul às praias do concelho, nomeadamente, Praia de Santo António, Praia de Monte Gordo, Praia da Lota e Praia da Manta Rota.

Esta praia situa-se junto à foz do Guadiana e continua a uma distância de 3 km, banhada por águas quentes e calmas, até à vizinhança de Monte Gordo. O Cerrado Nacional das Dunas Costeiras, uma floresta de pinheiros marítimos e de pedra que cresce nas dunas, dá uma sensação fresca e verde a este cenário mediterrânico, excessivamente quente, seco e luminoso. 

A maneira mais interessante de chegar à beira-mar é ao longo de um caminho pedestre e ciclístico chamado “Caminho dos Três Pauzinhos”, ao longo do qual também funciona um mini-trem. Este caminho passa por um grande pinhal onde se pode sentir os aromas das plantas de resina, tomilho e curry, que emitem um forte cheiro de caril. 

Visitantes atentos podem avistar os camaleões que se movem devagar e geralmente camuflados, caminhando pelo pinhal. Perto da praia, vassoura de véu de noiva, uma planta alta, típica das areias do leste do Algarve, prevalece. E nas cristas das dunas mais próximas do mar, você verá grama de praia. A foz do Guadiana pode ser vista a leste e, do outro lado do grande rio do sul, fica a Espanha.



Praia da Manta Rota na Baa de Monte Gordo Ria Formosa Algarve





A praia da Manta Rota é uma praia integrada na Baí­a de Monte Gordo e situa-se na extremidade oriental do Parque Natural da Ria Formosa, na freguesia de Vila Nova de Cacela, concelho de Vila Real de Santo António, Algarve, Portugal. É ladeada a nascente pela Praia da Lota e a poente pela Praia de Cacela Velha. Muito frequentada, dispõe de vigilância e equipamentos de apoio durante todo o perí­odo balnear.

Esta é uma praia ampla e de águas cálidas, associada à povoação da Manta Rota, surgindo na continuidade da barreira arenosa que delimita o sistema lagunar da Ria Formosa a nascente. Embora Manta Rota mantenha algum do seu caráter original de terra piscatória, atualmente assume-se como importante centro turístico.

Uma grande praça com zonas de estadia, estabelecimentos comerciais, um parque infantil, o mercado e um centro de artes, oferece muita animação, sobretudo no verão, e dá acesso a vários pontos da praia.A rede de passadeiras e passadiços sobrelevados que parte da praça leva o visitante a percorrer as dunas, permitindo a observação da vegetação dunar desde o interior, onde surgem plantas aromáticas como a perpétua-das-areias e arbustos como o piorno-branco (planta característica do sotavento arenoso), até à frente de mar, onde dominam o estorno e o cardo-marítimo. Embora muito frequentada, esta praia oferece ainda recantos tranquilos, sobretudo nas extremas do areal.



Praia da Boca do Rio





A Praia da Boca do Rio é uma praia na freguesia de Budens, no concelho de Vila do Bispo, no Algarve, Portugal. Fica a oeste do Forte de São Luí­s de Almádena, entre a Praia da Salema e a Praia de Almádena.

Situada na confluência de duas ribeiras, é uma praia tranquila. Uma das ribeiras define um vale amplo, originando uma zona alagadiça que tem aproveitamento agrí­cola. Há engenhos hidráulicos localizados ao longo dos dois vales, testemunhando a antiga ocupação humana. A Boca do Rio foi em tempos uma importante u201cvillau201d romana, subsistindo desta vestí­gios de frescos e de mosaicos, balneários, armazéns e uma fábrica de salga e conserva de peixe, com duas necrópoles associadas, pelo que terá possivelmente integrado um porto piscatório.

Não tem equipamentos de apoio. Existe um parque de merendas num eucaliptal, perto da praia.

 

Duas linhas de água confluem para esta tranquila praia, uma delas associada a um amplo vale onde se forma vasta zona alagadiça, atualmente com aproveitamento agrícola. Nas imediações da praia é possível observar engenhos hidráulicos, que testemunham a antiga ocupação humana no local.

A Boca do Rio foi em tempos uma importante “villa” romana, da qual subsistem vestígios de frescos e mosaicos, balneários, armazéns e uma fábrica de salga e conserva de peixe, com duas necrópoles associadas, pelo que terá possivelmente integrado um porto piscatório. Nas arribas para nascente (Ponta de Almádena) é possível visitar o Forte de Almádena e usufruir de uma deslumbrante vista panorâmica sobre a linha de costa. ct A foz da ribeira que desagua na praia forma habitualmente uma pequena área lagunar; subindo o pequeno curso de água para montante não são invulgares os avistamentos de lontra, ou dos seus vestígios.



Praia da Barriga Vila do Bispo Algarve





Esta é uma praia tranquila, com interessantes recantos originados pelo recorte das arribas. Caminhando para sul é possível alcançar na baixa-mar a Praia do Castelejo, passando pela Cordoama, e observar as paredes rochosas, com as suas lâminas sobrepostas intensamente dobradas e deformadas, testemunho das forças da natureza a que estas rochas foram sujeitas. 

A Barriga surge após uma curva apertada da estrada, no troço final de um vale largo e muito verde. Até alcançar o areal, atravessam-se relvados naturais que se estendem pela foz duma pequena ribeira e pelas dunas baixas que a circundam.

O areal é amplo, protegido por arribas altas e escuras, fazendo parte de uma faixa contínua de areias que se alonga até ao Castelejo, numa extensão de cerca de 3 km. Assim, caminhando para sul na baixa-mar, é possível alcançar a Praia do Castelejo, passando pela Cordoama, e observar as paredes rochosas, com os seus estratos intensamente dobrados e deformados, testemunho das forças incríveis a que estas rochas foram sujeitas.

Nas arribas, a vegetação é rasteira e resistente à salsugem e aos ventos fortes, substituindo os pinhais jovens que ladeiam o acesso até à praia. Esta é uma praia muito tranquila, com interessantes formações rochosas na linha da maré e muitos recantos originados pelo recorte das arribas.



Praia do Telheiro





Esta praia est confortvelmente abrigada dos ventos frios vindo de norte, no entanto a mesma, um teste a determinao dos seus visitantes devido ao longo e sinuoso trajecto para chegar at s suas areias douradas. Tal como a praia da Ponta Ruiva, esta praia no tem qualquer tipo de infra estrutura salvo um parque de estacionamento.

Praia das Furnas (Vila do Bispo) Algarve





O concelho de Vila do Bispo, devido à sua localização geográfica, é o único concelho do país que possui dois tipos de costa: a costa meridional e a costa ocidental. A costa meridional, que se estende até ao Cabo de S. Vicente, oferece enseadas e baías com boas condições de abrigo. Fazem parte desta costa, as praias do Burgau, Cabanas Velhas, Boca do Rio, Salema, Figueira, Furnas, Zavial, Ingrina, Barranco, Martinhal, Mareta, Tonel e Beliche.Telheiro, Ponta Ruiva, Castelejo, Cordoama, Barriga e Murração são as praias da costa ocidental, localizada a norte do Cabo de S. Vicente, sendo bastante recortada e composta por arribas.

Localização: Freguesia de Budens

Acesso Viário: Caminho Regularizado

Acesso Pedonal: Caminho Consolidado

Estacionamento: Não Regularizado; Capacidade Aproximada 100 Lugares

Tipo: Praia Marítima

Segurança: Vigiada pela capitania

Areal: Areia Branca, com uma extensão de 200m

Dimensões com Praia-mar: 200m de comprimento x 50m de largura

Arribas: Calcários

Temperatura média da água: 22ºC – Verão

Atividades que podem ser desenvolvidas: Canoagem; Motas de Água; Caça Submarina; Pesca Desportiva; Snorkeling



Praia da Salema Vila do Bispo, Algarve





Praia da Salema, por vezes apenas Salema, é uma localidade piscatória da freguesia de Budens, concelho de Vila do Bispo, Algarve, em Portugal. Está localizada na base da arriba costeira em torno da povoação com o mesmo nome. A povoação apresenta marcas visí­veis da sua ligação í s artes da pesca, com ruelas sinuosas entre casas tradicionais pintadas de um branco. A povoação está integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Salema, pequena vila piscatória, é um porto de pesca, estando a zona central da praia ocupada por embarcações e pelas suas artes de pesca, como o covo ou o aparelho de anzol. É possí­vel observar o regresso dos barcos à praia no final da faina e usufruir do resultado das pescas nos restaurantes da povoação. Na Salema existem também ruí­nas de uma u201cvillau201d romana e de uma fábrica de conservas de peixe, o que testemunha uma longa tradição piscatória. A praia tem um bonito passeio marginal e esplanadas sobre o mar. Para nascente torna-se mais selvagem e tranquila, e podem-se observar, nas paredes rochosas da arriba, pegadas de dinossauros bí­pedes carní­voros, que povoaram esta região há cerca de 140 milhões de anos.

A praia associa-se à povoação da Salema, pequena vila piscatória, e funciona também como porto de pesca, estando o troço central da praia ocupado por embarcações e respetivas artes de pesca (por exemplo os alcatruzes ou o aparelho de anzol). É assim possível observar o regresso dos barcos à praia depois da faina e petiscar mais tarde o polvo, a moreia ou o sargo, nos restaurantes da povoação.



Praia do Barranco





A praia do Barranco tem a sua melhor descrio como sendo um lenol de areia no extremo de uma pequena baa, com vestgios de uma antiga fortaleza. As icas infr estruturas disponveis incluem casas de banho pblicas e um parque de estacionamento.

Praia do Zavial





Apesar de ser uma praia bastante popular entre os surfistas, o lado este dispe de aguas mais calmas devido ao tipo de rochas chamadas de Furnas.

Praia do Zavial





A Praia do Zavial situa-se a sul da aldeia de Raposeira, no concelho de Vila do Bispo, no Algarve, Portugal. Fica numa pequena baí­a da costa sul do concelho, ladeada por rochas, a leste da vizinha Praia da Ingrina. Dispõe de alguns serviços de apoio aos banhistas.

Segundo os especialistas, a sua onda comprida e tubular é ideal para o surf e bodyboard, mas a Praia do Zavial tem outros atrativos para oferecer.Estando rodeada por falésias altas e nalguns casos abruptas, que a abrigam de ventos fortes, é uma praia muito procurada que, no entanto, mantém uma área menos frequentada na sua parte oriental, onde por vezes se pratica naturismo.

   

Praia dos Mouranitos Vila do Bispo Algarve





A Praia dos Mouranitos é uma praia selvagem que fica situada entre a praia da Barriga e da Murração. O acesso é muito difícil mas na maré baixa pode ser feito pela praia da Barriga.

A Praia dos Mouranitos possui um areal muito extenso e com grande amplitude durante a maré baixa. As águas são, por norma, agitadas.A zona Norte é menos apelativa para idas a banhos, devido à existência de rochas imersas. O acesso à areia é feito via mar ou pela Praia da Barriga, na baixa mar.Os que desejarem desfrutar desta magnífica paisagem através do topo da falésia, têm de sair num caminho de terra batida vindo da Estrada Nacional 268. A partir daí, só os mais experientes caminhantes devem aventurar-se pelo perigoso trilho que desce até à areia.



Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal