Região pacata e de uma beleza serena, o Alentejo oferece inúmeros destinos irresistíveis. Descubra, neste artigo, o que visitar no Alentejo. Visitar o Alentejo é descobrir uma região cheia de história, paisagens extraordinárias, uma costa com 170 km de belas praias ou mesmo fazer uma caminhada num dos mais belos percursos pedestres de Portugal.

Desta vez, a sugestão é uma visita ao Alentejo, onde é possível passar uma noite num turismo rural embrenhado no meio da natureza, dar mergulhos em piscinas de água cristalina e provar vinhos em herdades. Agora, é só escolher, fazer as malas e ir.




Évora

Évora deve o seu nome original Ebora aos Celtas e é uma das cidades históricas mais belas do mundo. Os Romanos construíram o seu templo glorioso em honra do imperador Augusto e a nobreza portuguesa mandou erguer palácios imponentes, capelas, conventos, igrejas e a majestosa catedral gótica. 

Por Évora visite o Templo Romano, os muros medievais, os becos mouriscos e as mansões do séc. XVI, que a colocaram permanentemente nos circuitos turísticos mundiais. Inicie a sua visita na Praça do Giraldo e, a partir daí, são cerca de 10 minutos para chegar a qualquer uma das principais atrações.

Marvão

Bem próxima com a fronteira de Espanha, situada entre Castelo de Vide e Portalegre, no ponto mais alto da bonita Serra de São Mamede, na região Alentejana, encontra-se a encantadora Vila de Marvão.

Porto Covo

Fonte de inspiração de poetas e cantores, Porto Covo desde sempre encantou os seus visitantes logo num primeiro olhar. Em meados do século XVIII, Porto Covo não passava de um pequeno lugar implantado na arriba, próximo de uma pequena enseada. Sabe-se que em 1780 o pequeno povoado resumia-se a quatro casas apenas.

Castelo de Vide

Situada nas fraldas da serra de São Mamede, a vila de Castelo de Vide é uma das mais pitorescas localidades no norte alentejano. O carácter romântico da vila de Castelo de Vide, associado aos seus jardins, abundância de vegetação, clima ameno e proximidade da serra de São Mamede, tornou-a conhecida por “Sintra do Alentejo” (esta designação é atribuída ao rei D. Pedro V).

Terena

Terena, também conhecida por São Pedro ou São Pedro de Terena, é uma bonita vila Alentejana, pertencente ao concelho do Alandroal, situada numa bonita região onde reina a paz de espírito, próxima da Ribeira e da Albufeira da Barragem de Lucifécit, e próxima da fronteira com Espanha.

Vila Viçosa

Vila Viçosa é uma bonita Vila Alentejana, sede de concelho, com uma rica história e um património invejável, sendo mesmo conhecida por “princesa do Alentejo”. Desde cedo ocupada pelo homem, Vila Viçosa apresenta vestígios arqueológicos desde tempos pré-históricos, tendo sido ocupada pelos romanos e muçulmanos até ser conquistada em 1217, durante o reinado do rei D. Sancho II.

Mais uma vez, e tal como em Estremoz, o mármore domina a paisagem da cidade, sendo utilizado em todas as construções, desde o mais modesto edifício até ao revestimento do mais luxuoso pavimento.

Mértola

Com vestígios que remontam ao Neolítico, o Concelho de Mértola apresenta, actualmente, sítios arqueológicos que nos permitem regressar ao passado sem a ajuda da máquina do tempo.

À semelhança de outras cidades alentejanas, também em Mértola vai encontrar um centro histórico pequeno, mas recheado de inúmeras atrações. No que diz respeito aos arredores da cidade, estes caracterizam-se pelo ambiente rural, tranquilo e sonolento, sendo especialmente agradável um passeio pelos montes, vales e margens dos rios. Neste contexto, aproveite para visitar a velha cidade mineira de S. Domingos.

Elvas

Às portas de Espanha, distando apenas 8 km (em linha recta) da cidade de Badajoz, Elvas foi a mais importante praça-forte da fronteira portuguesa, a cidade mais fortificada da Europa, tendo sido por isso cognominada “Rainha da Fronteira”. Visitar Elvas é uma experiência inesquecível.

Elvas é famosa sobretudo pelas suas muralhas seiscentistas, os seus fortes e o seu centro histórico. Foi o incrível estado de preservação destes monumentos, entre os mais bem conservados da Europa, que contribuiu para que a cidade recebesse a nomeação da UNESCO de Património Mundial da Humanidade.

Monsaraz

A vila de Monsaraz, ainda hoje envolta pelas suas muralhas medievais, ergue-se sobre urna pedregosa escarpa dominadora de uma vasta região que inclui o vale do Guadiana, situação privilegiada propícia a uma presença humana muito remota, embora não haja certeza acerca de uma ocupação castreja ou mesmo romana.

Quando visitar o seu núcleo intramuros, sugerimos que se dirija ao coração da vila e, partindo da praça central, se dedique a conhecer pelo menos a Igreja Matriz e o Pelourinho, que data do séc. XVIII.

Estremoz

Passeie pelas ruas e praças revestidas com esta rocha cristalina e delicie-se com a opulência do ambiente. Aproveite para visitar o Mercado de Estremoz, um dos melhores do nosso país. Este mercado realiza-se todos os sábados na praça principal da cidade.

Arraiolos

Arraiolos possui muitos locais de interesse dos mais variados tipos. No que toca a aspectos Histórico-Culturais destaca-se o Castelo de Arraiolos, um dos únicos castelos circulares do Mundo. No património Paisagistico de destacar, entre várias, a Albufeira do Divor e a Zona de Vale de Paio, zona de passagem do Rio Divor, acessível através Ecopista de Arraiolos.

Beja

O centro histórico de Beja é razoavelmente compacto, pelo que é viável visitar os principais pontos de interesse numa tarde apenas. Aproveite a oportunidade para conhecer o convento da cidade e o impressionante castelo do séc. XIII. Sendo esta uma das principais cidades a visitar no Alentejo, tente passar aí pelo menos uma noite, usufruindo dos inúmeros cafés e restaurantes de elevada qualidade.