O frio chegou Gerês acordou com um manto branco de neve

O frio chegou Gerês acordou com um manto branco de neve

A neve caiu em força na serra do Gerês nos últimos dias e os picos graníticos estão cobertos com o manto branco. O Parque Nacional da Peneda-Gerês, no extremo noroeste de Portugal, entre o Alto Minho e Trás-os-Montes, é a única área protegida portuguesa classificada como Parque Nacional.

A neve não para de cair. A cota neste momento está nos 750 metros de altitude. Continuará a nevar durante a noite e madrugada de amanhã. Muito frio em altitude!

 E as acumulações em zonas mais abrigadas começam a ganhar volume, sem dúvida a nevada do ano até ao momento.

 

 



É um mundo à parte em que a atividade humana se integra de forma harmoniosa na Natureza, preservando valores e tradições muito antigos, bem patentes nas aldeias comunitárias de Pitões das Júnias e Tourém.

 

 


Em todos os tons de verde, a vegetação exuberante inclui uma floresta de azevinho, única a nível nacional, e espécies endémicas como o lírio do Gerês, que alegra os campos com os seus tons de azul-violeta. Nas Serras da PenedaSoajo, Amarela e Gerês, que integram o Parque, correm rios e ribeiras que se precipitam em cascatas e espraiam depois em albufeiras. As paisagens são deslumbrantes.

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Alojamento Gerês (@casadoavodogeres)

 

Por vezes consegue avistar-se um corço (símbolo do Parque) ou o seu predador, o lobo ibérico. Mais comuns, são os garranos, pequenos cavalos selvagens que correm livremente pelos montes. Também podem encontrar-se bovinos de raça barrosã e os cães de Castro Laboreiro, de pelo escuro, guardando os rebanhos que ao ritmo das estações se deslocam entre as brandas e as inverneiras. Trata-se de aldeias e zonas da serra relacionadas com a antiga transumância, para onde as populações hoje apenas deslocam o gado: vales e altitudes baixas no inverno, lugares mais altos no verão, de acordo com o pasto existente.

 

 



Num itinerário pelo Parque, o Soajo, com o seu antigo conjunto de espigueiros de pedra para guardar os cereais, pode ser o ponto de partida a oeste. Também podemos ver espigueiros no Lindoso, onde vale a pena subir ao castelo debruçado sobre o vale do Rio Lima. Um pouco mais a norte, podemos dar um pulo à aldeia de Castro Laboreiro, onde se criam os cães pastores da região.







O que visitar e conhecer em Portugal

As 9 melhores coisas para fazer e visitar em Viana do Castelo

As 9 melhores coisas para fazer e visitar em Viana do Castelo

Praia do Pa Viana do CasteloA Praia de Paçô, situa-se na freguesia de Carreço, concelho de Viana do Castelo. Está localizada a 10 Km da sede de Concelho e a 7km de Vila Praia de u00c2ncora. A praia situa-se numa pequena baí­a a 1km a noroeste do Farol de Montedor e tem cerca de 350 m de comprimento por 70 de...
Roteiro 9 monumentos para visitar no Porto

Roteiro 9 monumentos para visitar no Porto

Pao Episcopal do PortoParece ter sido construído no séc. XIII, embora possa assentar numa construção anterior.Em 1737 foi remodelado sendo as transformações atribuídas a Nicolau Nasoni. A fachada principal é aberta por um arco pleno ladeado por pilastras e rematada por um frontão guarn...
Os 10 melhores locais para visitar em Elvas

Os 10 melhores locais para visitar em Elvas

Forte de Santa Luzia em ElvasO Forte de Santa Luzia localiza-se no Alentejo, na cidade e sede de concelho de Elvas, distrito de Portalegre, em Portugal. Juntamente com o Forte da Piedade, o Forte de São Francisco, o Forte de São Mamede e o Forte de São Pedro, fazia parte da defesa da Praça-Forte de Elvas e integra o com...
Os 9 melhores sitios para ver e visitar em Beja

Os 9 melhores sitios para ver e visitar em Beja

Museu Regional do Vinho do AlentejoO Museu do Vinho de Redondo, aberto ao público em Setembro de 2001, foi concebido como ponto de partida para a descoberta do Alentejo e da sua tradição vitivinícola. Do espólio permanente do museu, fazem parte instrumentos agrícolas, objectos, imagens e textos associados ...