Durante os últimos quatro anos, a imagem do país mudou radicalmente, e até pareceu exagerada. Como é o Portugal autêntico, o que caiu na bancarrota e sofria um IVA de luxo sobre o tradicional pão com chouriço, ou aquele que dirige a ONU, o Eurogrupo e que ganhou a Eurovisão?”, realça a reportagem do ‘El País disponibilizada este sábado no site do jornal.




Ao longo de 738 quilómetros, uma equipa do ‘El País’ percorre a Estrada Nacional 2 que nasce em Chaves e acaba em Faro. “O traçado é traçado pelo centro geográfico do país. Longe do Atlântico, longe da fronteira espanhola e longe das grandes cidades, durante muitos quilómetros é terra de ninguém, o profundo e secular Portugal que nos últimos tempos tem surpreendido o mundo”, é possível ler na reportagem.