Não são mesmo barris, são suites de casal com 35 metros quadrados, uma clarabóia para ver as estrelas, um deck com vista sobre as vinhas e mobiliário a preceito. 

E é aqui que pode dormir nesta noite de São Valentim. O programa inclui uma noite de alojamento único numa Wine Barrel, na noite de dia 14, bem como um jantar de degustação no restaurante The Wine House Hotel, para duas pessoas.

Pode ainda tomar o pequeno almoço no restaurante e usufruir de uma visita e prova de vinhos da Quinta da Pacheca. O custo total pelo programa é de 300€.

 

Quinta da Pacheca instalam-se em enormes pipos, com vista para as vinhas e para o Douro. A aventura começa no mês de junho e promete revolucionar a região



Alguma vez lhe passou pela cabeça que seria possível construir um quarto no interior de pipos? Pois! Mas à administração da Quinta da Pacheca passo. Tanto é que, dentro de dias, quem quiser pernoitar por lá poderá fazê-lo no interior de uma pipa transformada em quarto. O conceito, inovador, está a ser margem esquerda do Douro, na Quinta da Pacheca, Lamego.



 

No projeto ambicioso constam, além do espaço de alojamento, um spa, um restaurante e duas piscinas que servirão, segundo Maria do Céu Gonçalves, uma das proprietárias, para fazer face à elevada procura por parte de turistas estrangeiros. “Os quartos já não chegam para os eventos. Há cada vez mais procura e os clientes ficam dececionados por não conseguirem reservar fins-de-semana", explica a gestora ao jornal.

 



É um marco histórico no percurso da Quinta da Pacheca depois de ter sido adquirida por Maria do Céu e Paulo Pereira aos herdeiros da família Serpa Pimentel em maio de 2012. Nessa altura, a propriedade vitivinícola atravessava uma crise financeira séria e esteve perto de acabar nas mãos da banca, até que o casal de emigrantes portugueses em França agarrou a oportunidade para fazer da quinta “uma empresa”.