É no município de Arouca que está a nascer a "maior ponte pedonal suspensa do mundo" e a construção vai custar cerca de 1,8 milhões de euros. A estrutura, que conta com financiamento no âmbito do PROVERE — Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos, terá 516 metros de vão sobre o rio Paiva, a uma altura de 175 metros do solo.

A estrutura que está em construção desde maio de 2018 vai ter um vão com 516 metros e vai ficar 175 metros acima do Rio Paiva, revela a Agência Lusa. É inspirada nas pontes incas que atravessa os vales mais profundos dos Andes, revela a autarquia de Arouca, e vai integrar a rede de vias pedestres já existentes no município como os Passadiços do Paiva.

 

Junto à conhecida escarpa da Garganta do Paiva e incluída no geo-sítio da Cascata das Aguieiras, a nova estrutura vai ter um tabuleiro em gradil, com uma largura útil de 1,20 metros. 








O acesso à ponte será pago e os visitantes vão ter ao seu dispor vários pacotes de acesso. Num deles poderão apenas percorrer a ponte, mas também haverá opções para quem lhe quiser juntar o percurso dos Passadiços do Paiva. Atualmente o acesso à Melhor Atração de Aventura do Mundo custa dois euros.


 

Uma vez aberta ao público, será de utilização paga, devendo o respetivo preço apresentar-se em duas modalidades diferentes, consoante o visitante deseje conhecer apenas a ponte ou percorrê-la como parte integrante dos Passadiços do Paiva.