O que fazer em Melgaço os 8 melhores sitios para visitar


Castelo de Castro Laboreiro em Castro Laboreiro Melgaço





O Castelo de Castro Laboreiro, também referido como Castelo de Castro Laboredo, localiza-se na vila e freguesia de Castro Laboreiro, concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo, em Portugal.

Para aqui chegar, o caminho não é fácil, tendo que se subir uma boa parte a pé, até alcançar cerca de 1033 metros de altitude. Quando aqui chegamos, porém, esquecemos todo o caminho que ficou para trás, tal a beleza e imponência do que nos rodeia.

Em posição dominante no alto de um monte, em terreno de difí­cil acesso entre as bacias do rio Minho e do rio Lima, está integrado no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

A praticamente 1000 metros de altitude, e localizado em pleno sistema montanhoso da Peneda-Gerês, numa linha interior da fronteira entre o Alto Minho e a zona de influência de Ourense, o castelo de Castro Laboreiro é um dos mais emblemáticos monumentos militares nacionais, mais pela localização geográfica aberta aos planaltos galegos, que pela sua pretensa importância no quadro da história militar portuguesa.



Capela de Nossa Senhora da Orada Melgaço





A Capela de Nossa Senhora da Orada localiza-se na freguesia de Vila, na vila e concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo, em Portugal.

É no lugar da Orada, mesmo à saída da Vila de Melgaço em direção a São Gregório pela antiga estrada nacional, que se encontra um dos templos de maior devoção do concelho – a Igreja de Nossa Senhora da Orada.

Localizada nos arredores da vila, esta igreja é, desde a sua construção, no século XIII, um pólo de grande devoção. O seu topónimo “Orada”, aliás, significa local de oração e romaria. O contraste entre a riqueza arquitetónica do templo e a paz do local, conferem-lhe um misticismo que torna este lugar verdadeiramente encantador.



Núcleo Museológico de Castro Laboreiro





A freguesia de Castro Laboreiro, a maior e mais antiga do concelho de Melgaço, tinha necessariamente que ter um núcleo museológico que preservasse e promovesse a sua rica história e etnografia. É na sede da antiga Fábrica de Chocolates de Caravelos que atualmente se pode visitar o Núcleo Museológico de Castro Laboreiro.

Aqui o turista fica a conhecer a cultura Castreja da região, a paisagem e as vivências locais, tudo coadjuvado com um vasto espólio de documentos fotográficos e documentários sobre a freguesia. Merece especial atenção a informação sobre as Brandas e Inverneiras, um dos sistemas de ocupação do território mais interessantes do nosso país. A necrópole megalítica do planalto de Castro Laboreiro também tem o seu lugar de destaque, existindo vários filmes sobre o assunto. Vai ficar com vontade de colocar a mochila às costas e partir à descoberta destes locais!

Para terminar a visita, transite para a casa anexa à sede, um edifício tipicamente castrejo onde poderá vislumbrar o dia-a-dia numa habitação regional na segunda metade do século XX. Vai encantar-se com o mobiliário simples em madeira escura, com as mantas típicas da região e com os pequenos e castiços pormenores que dão vida à casa, como as lamparinas, os potes em barro e até um penico debaixo da cama…



Núcleo Museológico da Torre de Menagem





No cimo de um morro sobranceiro à Vila, encontramos esta antiga fortificação, testemunho dos primeiros momentos da nacionalidade portuguesa. Mandada edificar por Dom Afonso Henriques no século XII/XIII, deste antigo castelo resta apenas uma torre de menagem de planta quadrangular, com três pisos e cobertura em telha, e parte da antiga cerca da Vila medieval.

Localizado numa antiga atalaia, oferece soberbas vistas sobre as serras vizinhas e sobre o centro histórico da Vila, com as suas ruas estreitas e as casas em pedra. Passeando na zona intramuros, quem visita sente-se relevado para segundo plano, tal a imponência da estrutura e das vistas que proporciona.

Edificado para reforçar a autoridade do recém-criado reino de Portugal, este castelo teve um importante papel na defesa da fronteira do Alto Minho.

É nesta torre quadrangular que, atualmente, podemos encontrar o Núcleo Museológico da Torre de Menagem. Aqui poderá conhecer um pouco sobre o património arquitectónico, histórico e cultural de Melgaço. Circulando pelos seus três andares, descobre-se a história do concelho, desde o período pré-histórico à Idade Contemporânea.

Um excelente local para iniciar a sua descoberta por Melgaço onde pode, inclusive, requerer informação sobre outros monumentos a visitar, onde comer e onde dormir. Venha apaixonar-se por Melgaço!



Castelo de Melgaço





O Castelo de Melgaço localiza-se na freguesia de Vila, concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo, em Portugal.

Principal defesa raiana do Alto Minho no século XII, constitui-se na sentinela mais setentrional de Portugal, no trecho onde o rio Minho inicia a sua função fronteiriça, vigiando a travessia para a Galiza.

No cimo de um morro sobranceiro à Vila, encontramos esta antiga fortificação, testemunho dos primeiros momentos da nacionalidade portuguesa. Mandada edificar por Dom Afonso Henriques no século XII/XIII, deste antigo castelo resta apenas uma torre de menagem de planta quadrangular, com três pisos e cobertura em telha, e parte da antiga cerca da Vila medieval.



Ruínas Arqueológicas da Praça da República





As Ruínas Arqueológicas da Praça da República são um original núcleo museológico localizado no centro da Vila. Encontrando-se debaixo de terra, para aceder deve descer umas pequenas escadas, que o conduzem a um interessante fosso medieval.

Aqui dentro é possível observar um conjunto de ruínas arqueológicas bem preservadas e alguns vestígios relacionados com a antiga fortaleza. Passando pelo fosso, saltam à vista alguns restos de uma couraça em pedra e várias calçadas datadas de diferentes épocas. Para ajudar a compreender melhor aquilo que se observa, existem alguns painéis informativos que nos remetem para o sistema defensivo da Vila desde o século XIII ao século XVII.

Não deixe também de reparar noutras peças expostas, que foram descobertas aquando da escavação do local, como é o caso de um projétil de catapulta e de diversas pedras de arremesso.

Venha conhecer parte da história medieval de Melgaço, aproveitando para passear por esta bela praça, onde não faltam edifícios de grande interesse arquitetónico e histórico.



Espaço Memória e Fronteira Melgaço





O Espaço Memória e Fronteira localiza-se na vila e concelho de Melgaço, distrito de Viana do Castelo, em Portugal. Foi inaugurado em abril de 2007.

Dedicado à preservação da história recente do concelho, relacionada com o contrabando e a emigração, este Espaço conduz o visitante pelas histórias da História.

Possui uma sala dedicada ao contrabando e uma rampa, ao longo da qual se vão retratando os diversos momentos relacionados com a emigração, como as causas, a preparação da viagem e a viagem, a chegada e vivência no país de acolhimento, sem esquecer os reflexos da emigração no concelho.

Um dos espaços museológicos mais interessantes de Melgaço é o Espaço Memória e Fronteira. Inserido no antigo edifício do matadouro municipal – remodelado e ampliado em 2007 –, este museu tem como temática a história contemporânea do concelho, com ênfase na emigração e no contrabando.Percorrendo as suas salas, ingressamos no mundo da emigração ilegal dos anos 60 e 70, conhecendo todos os momentos, desde as causas, a preparação da viagem e a viagem em si, até ao chegada e vivência no país de acolhimento. Um perfeito retrato social das centenas de filhos da terra que Melgaço viu partir, não esquecendo os reflexos deste êxodo no concelho.



Museu do Cinema de Melgaço





O Museu do Cinema de Melgaço localiza-se na vila e concelho de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo, em Portugal. Trata-se de um museu temático, dedicado à história do cinema.

Encontra-se instalado em um edifí­cio anteriormente ocupado pela Guarda Fiscal, e que foi adquirido para o efeito pela autarquia. Apresenta no piso inferior uma zona de exposição permanente, com um pequeno auditório. O piso superior é composto por espaços dedicados a exposições temporárias.

O Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, inaugurado em 2005 pela então Ministra da Cultura, Isabel Pires de Lima, encontra-se instalado em plena zona histórica da Vila, no edifício da antiga guarda-fiscal, adquirido e adaptado pelo Município para o efeito.

O Museu, que tem por base o espólio colecionado ao longo da vida pelo francês Jean Loup Passek e doado ao Município, conta com duas exposições, uma de carácter permanente e outra temporária, distribuídas pelos dois andares do edifício.



  • O que fazer em Melgaço os 8 melhores sitios para visitar


Outros Artigos Populares no Blogue