Santo Aleixo da Restauração foi um importante fortim durante a Guerra da Restauração devido a defesa e neutralização de duas campanhas espanholas em 1641 e 1644, sendo por isso homenageada como aldeia heróica no Monumento aos Restauradores, em Lisboa[4], e agraciada com o denominação "da Restauração" pela República em 1957[5].

A freguesia têm como limites a norte o município de Barrancos, a oeste as freguesias de Safara e Sobral da Adiça, e a sul e sudeste Espanha.

À semelhança do restante interior português, Santo Aleixo da Restauração não têm qualquer modelo de desenvolvimento económico, ou infraestruturas que possam facilitar o impulsionamento da economia. Estes problemas estruturais são a razão do maior desafio que a freguesia atravessa - uma acentuada queda demográfica.