1. Portinho da Arrábida




Situada no Parque Natural da Serra da Arrábida, a Praia do Portinho é uma das mais bonitas de Portugal. As suas areias brancas e finas e os variados tons de azul das águas límpidas contrastam com a verdejante vegetação da Serra, formando um belíssimo cenário que convida ao repouso.

 

Nesta baía tranquila é possível praticar mergulho para observar a diversidade marinha, estando no entanto interdita a caça submarina pois o fundo do mar é também considerado reserva natural.

2. Praia da Comenda




A Praia da Comenda apresenta uma fina língua de areal extensa. Integra a foz do Rio Sado pela margem Norte. A melhor zona para idas a banhos situa-se a nascente. A encosta está preenchida por uma espessa e verde mata.

 

A Oeste, a praia é delimitada pelo Palácio da Comenda e pela foz da Ribeira da Ajuda, Aravil ou Comenda, cujas margens albergam vestígios de um povoado romano e de uma fábrica de salga de peixe. Não é vigiada, e oferece como infra-estrutura única um parque de merendas.




3. Praia da Figueirinha




O mar calmo e a beleza da paisagem envolvente fazem com que a Figueirinha seja uma das mais conhecidas praias da região e, por isso, muito concorrida durante a época estival.

 

Esta praia possui um areal extenso, que na maré baixa se prolonga mar adentro por uma língua de areia, dando origem a uma espécie de enseada, onde se costuma praticar windsurf.

4. Praia de Galapos




Envolvida pela deslumbrante paisagem da Serra da Arrábida, a Praia de Galapos é uma das mais bonitas da região, está abrigada pelas arribas que a protegem de ventos, mantendo a tranquilidade das suas águas.

 

Praia muito sossegada e abrigada, tem uma mar calmo e de águas claras que favorece a observação de espécies marinhas. É ideal para o mergulho e para a caça submarina.




A praia de Alpertuche







A praia de Alpertuche, é uma praia pequena com muitas pedras e de águas límpidas pouco conhecida e que serve principalmente os moradores aqui residentes. A Praia de Alpertuche, ou Praia de Alportuche, está orientada a Sudeste e é constituída por calhaus rolados, revelando o areal durante a maré baixa.




Junto ao acesso há uma habitação antiga em ruínas. A Sul, existe uma bolsa, também de calhaus rolados, à qual as casas no topo da falésia possuem passagem privilegiada. Praia não vigiada e o seu acesso faz-se por estrada de areia que se localiza a cerca de 100 metros do cruzamento para o Portinho da Arrábida.

6. Praia de Galapinhos




Praia tranquila, apresenta um mar sereno e de águas claras, favorecendo a observação de espécies marinhas. É ideal para o mergulho e para a caça submarina.

 

A praia de Galapinhos é ideal para apreciadores de praias de pequenos e calmos recantos, abrigados por entre as rochas. Praia com vigilância, sendo que o acesso é efectuado por trilhos térreos com inclinação considerável. Difícil estacionamento automóvel.




7. Praia dos Coelhos




Uma praia selvagem um paraíso de águas cristalinas como é normal neste local, fica localizada entre a praia dos Galapinhos e a praia do Creiro (Portinho da Arrábida). Praia silenciosa e de difícil acesso.

 

Está localizada numa pequena enseada no sopé da cordilheira da serra da Arrábida. É uma praia de areia branca, águas calmas e transparentes. Praia sem vigilância com acesso por trilhos térreos com inclinação considerável. Difícil estacionamento automóvel.

8. Praia de Albarquel




A localização central em Setúbal, a beleza da praia, o areal extenso e alguma facilidade em estacionar, são as razões que levam muitos banhistas à praia de Albarquel, apesar desta ter estado interdita a banhos há alguns anos atrás.

 

A praia mais próxima de Setúbal com um extenso areal e alguma facilidade em estacionar. Apresenta boas condições para a prática de futebol e voleibol de praia. Infraestruturas de Apoio: Estacionamento, restaurantes e cafés.

Praia do Creio




Entre a praia dos Coelhos e o Portinho da Arrábida, encontra-se a praia do Creiro, que se destaca, pela sua Pedra da Anicha, uma pequena ilhota, frente ao conhecido “monte branco”. Esta praia tem desde há alguns anos o acesso mais facilitado, com a construção de uma estrada e vários estacionamentos.




Ao longo do caminho até à praia, existe uma escadaria, que disponibiliza lateralmente alguns bancos acolhidos em pequenas reentrâncias. Praia com vigilância e serviços de restauração e de apoio ao lazer do veraneante, tais como aluguer de toldos e embarcações de recreio sem motor. Não dispõe de WC públicos, apenas privativos das entidades que oferecem os serviços atrás referidos.

10. Praia do Outão




A Praia do Outão possui um areal de pequenas dimensões que durante o pico da maré alta fica totalmente imerso. Integra a foz do Rio Sado pela margem Norte. Esta praia encontra-se “abraçada” pelas muralhas do Forte de Santiago do Outão.

 

O acesso é feito ao contornar a muralha no período da maré baixa. Sem infra-estruturas de apoio e sem vigilância, tem como único meio de acesso o mar. É um privilégio contemplar o extremo Norte da Península de Tróia a partir deste local.