Os barcos estão atualmente em finalização, praticamente prontos para abrir. É importante informar que estes barcos-casa são 100% sustentáveis, com painéis solares e uma estação de tratamento de águas residuais. Esta questão foi fundamental para nós , uma vez que desde o início do projeto da nossa marinha nos preocupámos com o meio ambiente




A paisagem da Ria de Aveiro está prestes a mudar com a chegada de quatro barcos-casa à Marinha da Noeirinha. Uma aposta assumida por Joana Soares, gerente da empresa, como uma estratégia para enriquecer a oferta da Noeirinha e cativar os turistas a permanecerem mais tempo na região, mas também uma aposta num produto diferenciador e que acrescenta valor à oferta turística da cidade, cada vez mais procurada por turistas, nacionais e internacionais.





Com oito hectares, a Marinha da Noeirinha é visitada anualmente por cerca de 30 mil pessoas, atraídas pelas marinhas de sal (onde se fazem visitas guiadas), pela praia, pelo spa salínico e pelos armazéns onde o sal e o artesanato se dá a conhecer. Mas, este ano tudo vai mudar porque a estes motivos de atracção vai somar-se um observatório de aves e quatro barcos-casa, que vão ficar atracados numa baía mesmo ao lado da praia.





Todas as estadias têm direito a uma receção com espumante e ovos moles, as noites numa casa-barco, pequeno-almoço e acesso a atividades sazonais como zona de banhos ou spa salínico, entre outros.







Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal