Os 10 melhores pontos turisticos e passeios em Lisboa


Aqueduto das Águas Livres a Mãe dÁguas de Lisboa





Um dos grandes monumentos icónicos de Lisboa, o enorme aqueduto das Águas Livres começou a abastecer a capital portuguesa com água doce em 1748, canalizada a partir de uma nascente localizada a norte da cidade. A seção que abrange o vale de Alcãntara é o mais impressionante desse notável sistema de água do século XVIII e, até recentemente, estava fora dos limites do público. No entanto, agora é possível percorrer todo o comprimento do aqueduto apenas aparecendo na entrada, e a experiência é bastante edificante.



Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves Lisboa





A Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves ou Casa de Malhoa é uma casa-museu localizada em Lisboa na freguesia de São Sebastião da Pedreira. Foi projectada pelo arquitecto Norte Júnior nos anos 1904 - 1905. Foi construí­da com a finalidade de servir de habitação e atelier de trabalho, ao pintor José Malhoa. Esta edificação foi agraciada com o Prémio Valmor em 1905, devido à sua beleza arquitectural.

Em 1932, o médico oftalmologista e colecionador de arte, António Anastácio Gonçalves (1888-1965), adquiriu esta casa, Prémio Valmor em 1905 e antigo Atelier do pintor José Malhoa, com o fim de aqui reunir um importante espólio para o legar ao Estado, no qual se integram os mais diversos objetos, com realce para a pintura naturalista portuguesa do século XIX, e um acervo de artes decorativas, de onde se destaca uma coleção de porcelana chinesa.

A casa-museu apresenta ao visitante as suas coleções de uma forma acolhedora, valorizando a ambiência quotidiana de uma casa que também é museu.



Palácio da Bemposta





O Palácio da Bemposta, vulgo Paço da Rainha, é um palácio em Lisboa, Portugal. Atualmente está instalada no palácio a Academia Militar.



Passeio de Eléctrico 28





Cada guia sobre o que fazer em Lisboa incluirá o passeio de electrico 28, uma famosa rota do electrico 28 que leva os visitantes através da área de Alfama como uma das principais atrações turísticas de Lisboa. Isto é ideal porque Lisboa é cheia de colinas para que possa ver tudo sem ter que se esforçar! Tenha em mente que o electrico 28 é, na verdade, o transporte local para os moradores locais, por isso não o agrade é como uma atração turística



Oceanário de Lisboa Aquário Moderno da Cidade





Oceanário de Lisboa é um dos melhores aquários da Europa e um dos maiores do mundo. É também indiscutivelmente a mais orientada para a família de todas as atrações turísticas da cidade. Concebido por Peter Chermayeff e construído para a Exposição Mundial Expo 98, numa área agora conhecida como Parque das Nações , o oceanário é o lar de uma espantosa variedade de peixes e animais marinhos., incluindo dezenas de diferentes espécies de aves. O engenhoso layout representa quatro mares e paisagens distintas, efetivamente os habitats dos oceanos Atlântico, Pacífico, Índico e Antártico. Estes envolvem um enorme tanque central repleto de peixes de todas as formas e tamanhos, incluindo raios graciosos, peixes-lua bulbosos e tubarões elegantes - habitantes favoritos das crianças nas profundezas



Igreja-Museu São Roque: Uma igreja simples com um interior ricamente decorado





igreja e o museu de São Roque, no Bairro Alto, combinam-se para oferecer uma experiência cultural envolvente - cada um complementa o outro. Fundada no final do século XVI pela Ordem dos Jesuítas, a fachada rústica e despretensiosa de São Roque esconde um sumptuoso interior, um dos locais religiosos mais impressionantes de Lisboa. Ricamente adornada com mármore, azulejos e trabalhos em madeira dourada, a igreja é celebrada pela sua série de capelas laterais, uma das quais, a Capela de São João Baptista , simplesmente encanta o espectador com a sua decoração ornamentada.



Museu Coleção Berardo Belém Lisboa





O Museu Coleção Berardo é uma instituição museológica de referência em Lisboa. Foi inaugurado em 25 de Junho de 2007 e acolhe exposições temporárias e uma coleção permanente (Colecção Berardo), representativa da arte moderna e contemporânea, nacional e internacional.

A Fundação de Arte Moderna e Contemporânea - Coleção Berardo (Decreto-lei 164/2006 de 9 de Agosto) foi criada a 9 de Agosto de 2006; é esta instituição que gere e organiza o Museu Coleção Berardo de Arte Moderna e Contemporânea, presentemente instalado no Centro Cultural de Belém. O seu acervo é composto por 862 obras e está avaliado pela leiloeira Christie´s em 316 milhões de euros.

Espaço museológico de referência em Lisboa, no Museu Coleção Berardo o visitante pode desfrutar do melhor da arte moderna e contemporânea. Tanto na mostra permanente da Coleção Berardo como no leque alargado de exposições temporárias, é possível encontrar obras de artistas dos diversos contextos culturais e das variadas expressões que construíram a história da arte do último século.

O Museu Coleção Berardo conta ainda com um diversificado programa de atividades para todas as idades (por exemplo, percursos pelas exposições e visitas-atelier em família) que, de uma forma original e pedagógica, dão a conhecer os grandes nomes da arte nacional e internacional, como Marcel Duchamp, Pablo Picasso, Salvador Dalí, Andy Warhol, Francis Bacon, Maria Helena Vieira da Silva ou Helena Almeida.



Museu Nacional de Arqueologia Lisboa Belém





O Museu Nacional de Arqueologia (MNA) é o principal museu nacional de âmbito arqueológico em Portugal. Localizado em Lisboa, o museu foi fundado em 1893 por iniciativa de José Leite de Vasconcelos. O museu situa-se na ala ocidental do Mosteiro dos Jerónimos, onde ficava o antigo dormitório do Mosteiro, nas instalações oitocentistas em estilo neomanuelino, cedida por decisão governamental de 20 de novembro de 1900, iniciando-se a sua transferência em 1903 e abrindo portas em 1906.

O MNA resulta do esforço de José Leite de Vasconcelos (1858-1941) para criar um u201cMuseu do Homem Portuguêsu201d. Com o patrocí­nio de Bernardino Machado, foi criado, por decreto régio de 20 de dezembro de 1893, como u201cMuseu Ethnographico Portuguêsu201d. Como instituição centenária, esteve subordinada ao longo dos anos a diversas entidades e viu a sua designação alterar-se por quatro vezes, denominando-se, desde 1989, Museu Nacional de Arqueologia do Dr. Leite de Vasconcelos.

Em mais de um século de existência, este Museu constituiu-se a instituição de referência da Arqueologia Portuguesa com correspondência regular com museus, universidades e centros de investigação em todo o Mundo.

O Museu Nacional de Arqueologia foi distinguido com o Prémio Internacional u201cGenio Protector da Colonia Augusta Emeritau201d, atribuí­do pela Fundação de Estudos Romanos e pelo Grupo de Amigos do Museo Nacional de Arte Romano de Mérida, em Espanha.

Instituição centenária, o atual Museu Nacional de Arqueologia (MNA) foi fundado, em Dezembro de 1893, por proposta de Leite de Vasconcelos  (e daí a designação oficial mais completa do Museu, conforme publicação em 1989, no “Diário da República”: Museu Nacional de Arqueologia, do Doutor Leite de Vasconcelos).

O Despacho-Régio, promulgado pelo Rei D. Carlos, foi subscrito por dois ministros do governo de Hintze Ribeiro, concretamente João Chagas, Ministro do Reino e Bernardino Ribeiro, Ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria, e patrono político da ideia. Aliás a relação de amizade e de colaboração entre Bernardino Machado e José Leite de Vasconcelos é anterior à data da criação do Museu e vai manter-se até à morte deste último.

Em mais de um século de existência este Museu constituiu-se na instituição de referência da Arqueologia Portuguesa, com correspondência regular com museus, universidades e centros de investigação em todo o Mundo. O acervo do Museu reúne as coleções iniciais do Fundador e de Estácio da Veiga. A estas somaram-se numerosas outras, umas por integração a partir de outros departamentos do Estado (por exemplo: coleções de arqueologia da antiga Casa Real Portuguesa, 



Sé a imponente catedral de Lisboa





No distrito de Castelo, perto do antigo bairro de Alfama, a catedral românica fortificada de Lisboa - a Sé - sofreu várias remodelações de design desde que a estrutura original foi consagrada em 1150 . Uma série de terremotos que culminaram no tremor devastador de 1755 destruiu completamente o que existia no século XII. O que você vê hoje é uma mistura de estilos arquitetônicos, sendo as características de destaque as torres de sino geminadas que embelezam o horizonte do centro da cidade - particularmente no fim da tarde, quando um sol poente assenta a alvenaria com um laminado dourado.



Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa





A Fundação Calouste Gulbenkian é uma instituição portuguesa A Fundação Calouste Gulbenkian foi criada em 1956 por testamento de Calouste Sarkis Gulbenkian, filantropo de origem Arménia que viveu em Lisboa entre 1942 e 1955, ano em que faleceu.

De nacionalidade Portuguesa e instituída em perpetuidade, a Fundação tem como propósito fundamental melhorar a qualidade de vida das pessoas através da arte, da beneficência, da ciência e da educação. A Fundação desenvolve as suas atividades a partir da sua sede em Lisboa e das delegações em Paris e em Londres, tendo também intervenção através de apoios concedidos desde Portugal nos PALOP e Timor-Leste bem como nos países com Comunidades Arménias.

A Fundação conta com um museu, que alberga a coleção particular do Fundador e uma coleção de arte moderna e contemporânea; uma orquestra e um coro; uma biblioteca de arte e arquivo; um instituto de investigação científica; e um jardim, que é um espaço central da cidade de Lisboa, onde decorrem também as atividades educativas.

Criada por disposição testamentária de Calouste Sarkis Gulbenkian, que legou os seus bens ao paí­s sob a forma de uma fundação, os seus estatutos foram aprovados pelo Estado Português a 18 de julho de 1956.

A 20 de junho de 1960, foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem de Benemerência, a 7 de agosto de 1981 foi feita Membro-Honorário da Ordem Militar de Sant´Iago da Espada, a 13 de agosto de 1986 foi feita Membro-Honorário da Ordem do Infante D. Henrique e a 20 de julho de 2016 foi feita Membro-Honorário da Ordem da Liberdade.



  • Os 10 melhores pontos turisticos e passeios em Lisboa


Outros Artigos Populares no Blogue