Praia da Arrifana Aljezur Algarve





Arrifana é uma praia portuguesa, situada junto da localidade homónima, no concelho algarvio de Aljezur. Localizada na pequena povoação piscatória da Arrifana, esta praia insere-se numa zona de elevada importância ecológica e rara beleza natural, desenvolvendo-se num areal com mais de meio quilómetro de extensão.

Protegida por altas arribas xistosas, forma uma espécie de pequena baía, sendo por isso a praia menos batida pelo vento e pela forte rebentação das ondas.No topo sul desta praia marca presença uma negra e enorme rocha vertical no mar, a fazer lembrar uma estátua gigantesca, aqui denominada de “Pedra da Agulha”, que se tornou um ícone da costa sudoeste.

Nas arribas que envolvem a praia, encontram-se habitats prioritários, como formações de Cistus palhinhae em charneca marítima, espécie de flora com estatuto de ameaça vulnerável e endemismo ibérico. Estas arribas constituem também zona de nidificação para diversas espécies de avifauna, sendo uma das espécies mais comuns a Cegonha-branca (Ciconia ciconia).

Em situação única no mundo, é aqui que encontramos os seus ninhos sobre as arribas marítimas ou em rochedos junto à costa - os palheirões.

A norte da praia, junto à Fortaleza da Arrifana desfruta-se das mais belas panorâmicas da Costa Vicentina. Mais a norte, na Ponta da Atalaia, famosa pelos seus percebes, existem vestígios do maior Ribat muçulmano da Península Ibérica, um convento-fortaleza de grande valor arqueológico.É considerada excelente para a prática de desportos náuticos, como o mergulho, o surf ou o bodyboard, sendo muito procurada para a prática destas duas últimas modalidades.

A época do surf começa assim que termina a época estival, tornando-se num paraíso para os surfistas.Na povoação da Arrifana, que se desenvolve ao longo da encosta, existem apoios como restaurantes e cafés, onde é possível degustar a gastronomia local, onde o peixe sempre fresco está presente, assim como os mariscos desta costa, como os tão apreciados percebes.GALARDÕES: Bandeira AzulCOMO CHEGAR: Tal como para a Praia do Monte Clérigo, siga a sinalização que encontra à direita a escassos metros após a saída sul da vila de Aljezur. No final da subida, volte à esquerda para a Praia da Arrifana.



Esta praia nasce numa bonita enseada em forma de concha, abrigada da fria nortada e das ondulações de norte, associada a uma pequena povoação de pescadores. O areal é extenso, com mais de 700 metros, mas estreito, e encontra-se marginado por imponentes arribas negras, talhadas em xisto



Praia da Carreagem





preciso ter bastante cuidado com os acessos a esta praia porque representam um desafio e no recomendada para crianas ou pessoas com dificuldades de locomoo.

Praia de Vale Figueira





Esta praia apesar do seu charme acaba por receber poucos visitantes durante o ano.

Museu Municipal de Aljezur





O Museu Municipal de Aljezur é um espaço museológico situado na localidade de Aljezur, no Distrito de Faro, em Portugal.

O Museu Municipal localiza-se no antigo edifício da Câmara Municipal de Aljezur, edificado no século XIX.

O espólio deste museu encontra-se dividido em três espaços distintos: o Núcleo Arqueológico, o Núcleo Etnográfico e a Sala Islâmica do Legado Andalusino.O Núcleo de Arqueologia apresenta um vasto conjunto de objectos, que testemunham mais de 10.000 anos de presença humana na região. Espólio arqueológico Mirense (final da Idade Glaciária - 7000 anos a.C.), Neolítico Final/Calcolítico (3000-2500 anos a.C.) e Idade do Bronze (1200-900/800 anos a.C.), destacando-se uma colecção de machados mirenses, as placas de xisto e os pesos de rede, associados a uma presença que se encontrava muito ligada ao uso dos recursos naturais do território. Ainda aqui é possível observar-se, pelo seu simbolismo histórico, a Pedra de Armas com o brazão da Ordem de Santiago, que se julga proveniente da antiga Igreja Matriz de Aljezur, totalmente destruída com o terramoto de 1755, assim como o fuste do antigo Pelourinho.



Praia da Samouqueira Aljezur Algarve





Pequenas praias rochosas, essencialmente de calhau, zonas de pescadores e mariscadores. Ideais para a observação da natureza, designadamente, aqui é possível observarem-se poças de maré, na baixa-mar, onde se encontram diversos organismos marinhos, como ouriços, burgaus, lapas, mexilhão e, nas rochas mais distantes, durante a baixa-mar na zona intertidal, os famosos percebes.Na Samouqueira é evidente o desprendimento da arriba, existindo mesmo um fosso fundo, pelo que se aconselha evitar toda a faixa junto à arriba.COMO CHEGAR: No Rogil, vire em direcção a Esteveira, percorrendo essa estrada municipal até ao final do alcatrão. Aí chegado continue em frente, agora por caminho em terra batida. Alguns metros à frente o caminho bifurca-se, continuando pela esquerda, até ao final. No total são cerca de 4 km, deste o cruzamento da EN 120 no Rogil até à Samouqueira.

A Praia da Samouqueira é a última de uma sequência de areais encravados nas rochas, com acesso difícil e grande beleza natural como a Vieirinha, a Oliveirinha, a Foz e o Burrinho.Rodeada por falésias, mas com acesso facilitado pela escada escavada na rocha, a Praia da Samouqueira conserva grutas de grande beleza, que se podem explorar na maré baixa, e oferece boas condições para a prática de mergulho.

 

Praia da Carreagem no Parque Natural do Sudoeste Alentejano Costa Vicentina





A Praia da Carreagem, por vezes escrito Praia da Carriagem, é uma praia situada no concelho de Aljezur nas proximidades do Rogil e faz parte do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Esta praia da Costa Vicentina é pouco frequentada e tem acesso por escadas (descida í­ngreme), mas não tem vigilância ou estruturas de apoio. Oferece a possibilidade de observação de uma grande variedade da flora e fauna marí­timas do Parque Natural.

A Praia da Carriagem, com pouco areal e, em sua substituição, cascalho, exibe interessantes formações rochosas. No extremo norte da praia, aquando da maré baixa, é possível observar-se um curioso anfiteatro natural talhado em xisto. Muito procurada por pescadores, é também excelente para um diferente passeio à beira mar, oferecendo um cenário magnífico. COMO CHEGAR: No Rogil, sensivelmente a meio desse aglomerado urbano que se estende ao longo da EN 120, encontra sinalização indicando as Praias de Vale dos Homens e da Carriagem. Para a Praia da Carriagem o caminho é em terra batida. Este bifurca-se passados cerca de 2 km, depois de deixar o Rogil, pelo que deverá seguir pela direita, em direcção ao mar. Chegará a um pequeno parque de estacionamento no topo da arriba. A partir daí a descida para a praia faz-se a pé por um carreiro difícil.



Praia do Amado





Perto do Amado h uma pedra denominada de a Pedra do Cavaleiro que se ergue por entre as ondas. Entre o Amado e a praia da Bordeira fica a formao rochosa do Pontal, rodeado de altas arribas e pequenas enseadas. Esta praia vigiada e tambm tem uma pequena escolha de bares e restaurantes.

Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal