Filho do Júlio dos Caracóis – Marvila

Com gerência de Vasco Rodrigues, o Restaurante Cervejaria "O filho do menino Júlio dos Caracóis" é especialista em cozinhar caracóis provenientes das melhores regiões de Portugal e Marrocos com receita antiga e exclusiva.

Morada: Rua Vale Formoso de Cima, 140B (Marvila)

 

Pomar de Alvalade – Alvalade

Fundada em 1959, é outra casa que já existe na rota dos caracóis há vários anos. A cozinha tradicional portuguesa é aqui cozinhada com primor. Tem preços acessíveis para os mariscos. Espaço simples e de ambiente informal e descontraído.

Morada: Rua Marquesa Alorna, 21 (Alvalade)

Casa dos Caracóis – Campolide

Por ali não há mesas nem balcões. Há sim, caracóis aos quilos, para levar para casa ou comer onde quiser. E as quantidades também são à vontade do freguês: a caixa pequena custa 6€ e a grande 15€; se não é de caixinhas, peça um balde grande por 38€. E onde há caracóis, também há caracoletas, vendidas a 11€ por dose.

Morada: Rua de Campolide, 370

O Pedrouços – Doca de Belém

Localizado na Doca de Belém o restaurante O Pedrouços tem uma vista única sobre o rio Tejo., ali mesmo ao lado. Caracóis acabadinhos de fazer para comer à beira rio, não precisamos de mais nada

Morada: Doca de Belém

Ginjinha de Campolide

Não se deixe enganar: aqui a ginjinha dá o nome ao restaurante mas os caracóis e
as caracoletas (8€/20 uni) são a especialidade da casa há muitos anos. Além deste petisco para os finais de tarde, há todos os dias da semana menus com refeição completa a 7€. Comida honesta e caseira.

Morada: Rua Dom Carlos de Mascarenhas, 11 (Campolide)