12 Melhores Coisas para fazer em Vendas Novas


Na estrada entre Setúbal e Évora, Vendas Novas é uma cidade subdesenvolvida de Alentejano, inserida em terras agrícolas.

A maioria dos portugueses conhece Vendas Novas pelos seus sanduíches, “bifanas”, que são um bife de porco num pão, temperado com alho e especiarias.

Os motoristas farão um desvio apenas para pegar um! A cidade nasceu como uma escala para as pessoas que viajam entre as cidades, e neste espírito, um palácio real foi construído como uma parada de descanso aqui em 1700.

Isso foi transformado em uma academia militar no século 19, mas quase todo o palácio original permanece intacto.

As piscinas municipais são exatamente o que você precisa em um dia quente, e para os membros mais pequenos do clã há um parque de animais ético um pouco fora de Vendas Novas.

Vamos explorar as melhores coisas para fazer em Vendas Novas :

1. Palácio das Passagens

 

Uma Academia de Artilharia desde 1861, esta propriedade foi encomendada pelo rei João V em 1728. O palácio era realmente um buraco, em algum lugar para a família real ficar no caminho para o casamento da filha de João, Bárbara, e do futuro Fernando VI da Espanha.

O palácio levou menos de um ano para ser construído, um recorde para a época, e ainda há sinais dos primeiros anos.

Alguns dos tetos apresentam afrescos rococós, há um pavilhão de caça para o rei e um poço no pátio.

Se pretender dar uma vista de olhos, basta consultar o posto de turismo em Vendas Novas.

2. Capela Real do Palácio das Passagens

 

está livre para bisbilhotar a capela de estilo clássico do palácio, que foi construída no mesmo projeto.

Tal como acontece com o palácio, é provável que tenha sido concebido por Custódio Vieira, arquitecto da corte responsável pelo aqueduto das Águas Livres, em Lisboa.

A fachada tem um frontão triangular simples, pilastras estriadas e uma imagem de Santo António.

Entre para admirar as guirlandas pintadas na abóbada de berço, a imagem do século XVII de “Nossa Senhora da Conceição” no altar, bem como os painéis de azulejos azuis e brancos nas paredes da década de 1750.

 

3. Chafariz Real

 

Outro vislumbre tentador do palácio real está escondido logo atrás do mercado municipal de Vendas Novas.

A Fonte Real compreende duas longas bacias de alvenaria junto à parede com uma borda azul e uma empena ladeada por pergaminhos.

Os tanques são de 1728 e foram construídos primeiramente para os trabalhadores e animais envolvidos na construção.

A fonte mais tarde sofreu a indignidade de se tornar um lavatório público, antes de ser restaurada à sua aparência do século XVIII.

4. Museu da Escola Prática de Artilharia

 

Nos finais de semana, a academia de artilharia permite que os visitantes leiam oito salas cheias de artefatos de seu passado.

As exposições datam da década de 1860, e é dada especial atenção à Primeira Guerra Mundial, durante a qual Portugal lutou com os Poderes Aliados.

Há uniformes, medalhas, invólucros e armas laterais deste conflito.

O museu também documenta alguns dos graduados mais ilustres da academia e acompanha a evolução da artilharia no século e meio desde a fundação da academia.

5. Igreja de Nossa Senhora da Nazaré

 

Esta igreja do início dos anos 1500 é o edifício mais antigo existente no município de Vendas Novas.

Está na Ladeira, a meio caminho da cidade de Setúbal, em Vendas Novas.

O fascínio da igreja decorre de sua arquitetura de transição, com elementos de design gótico e manuelino.

Na parte de trás do prédio há uma fonte octogonal gótica, enquanto dentro de uma grande parte da decoração interior data de 1700.

A partir deste momento, há um crucifixo de marfim indo-português no altar, e as paredes são essencialmente azulejos azuis e brancos portugueses.

Entre as obras mais antigas estão uma fonte de água benta manuelina dos anos 1500 e uma estátua de madeira do século XVII de Nossa Senhora da Nazaré.

 

6. Palácio do Vidigal

 

Pode ser caridoso descrever este edifício como um “palácio”, mas para os historiadores portugueses ainda é uma relíquia fascinante dos tempos da realeza.

O Palácio do Vidigal fica numa rua da rua de Vendas Novas e era um pavilhão de caça do rei Carlos I em 1896. O alojamento tem uma arquitetura típica do Ribatejo, e o trabalho continuou até que o rei foi assassinado em 1908. No complexo há uma capela e um espaço aberto onde as touradas teriam sido realizadas.

O palácio ainda é propriedade de uma fundação para a Casa de Bragança (a linha real), e você pode perguntar no posto de turismo sobre uma visita.

7. Complexo das Piscinas Municipais

 

As praias mais próximas de Vendas Novas estão a 45 minutos em Setúbal, por isso, se procura um local mais conveniente para se banhar, a cidade tem um complexo de piscinas ao ar livre.

Quando o sol está brilhando, é um verdadeiro oásis no meio da cidade, atraindo milhares de nadadores de junho a setembro.

O complexo tem uma piscina olímpica, uma piscina de mergulho e uma piscina menor, especialmente para crianças pequenas e bebês.

Estes são todos do lado de fora, enquanto há também uma pequena piscina coberta para o restante do ano.

Adicionar uma área verde espaçosa e um bar / restaurante e você pode passar algumas horas confortáveis.

8. Jardim Público de Vendas Novas

 

O parque em Vendas Novas foi desenhado em 1993, no que costumava ser terra de cultivo.

As palmeiras, amendoeiras e pomares de citrinos, sobreiros, azinheiras e redes de irrigação que você vê são todos os vestígios de antes.

E estes se situam entre gramados verdejantes e uma lagoa que tem um café em suas margens.

Há também um espelho dágua ornamental, uma pista de skate, um parquinho infantil e um anfiteatro que abriga eventos no verão.

O parque em Vendas Novas foi desenhado em 1993, no que costumava ser terra de cultivo.

As palmeiras, amendoeiras e pomares de citrinos, sobreiros, azinheiras e redes de irrigação que você vê são todos os vestígios de antes.

E estes se situam entre gramados verdejantes e uma lagoa que tem um café em suas margens.

Há também um espelho dágua ornamental, uma pista de skate, um parquinho infantil e um anfiteatro que abriga eventos no verão.

Também espalhados pelo parque são esculturas do artista local Hélder Batista.

9. Antigo Moinho de Vento de Vendas Novas

 

Aberto de terça a domingo, o velho moinho caiado no centro de Vendas Novas provavelmente data do início dos anos 1800.

Muito do antigo mecanismo é visível por dentro, incluindo uma roda que permite girar as pás na direção do vento.

Você também pode acabar nessa atração, porque Vendas Novas montou seu escritório de turismo no interior.

Então você pode pegar panfletos e obter conselhos sobre os pontos turísticos e atividades na área, tudo dentro de um moinho histórico.

10. Monte Selvagem

 

Quem viaja nessa região com crianças pequenas deve planejar uma tarde em uma reserva animal ecologicamente correta.

O Monte Selvagem foi inaugurado em 2004 e adere a um código de bem-estar animal, fornecendo recintos que imitam os habitats naturais o mais próximo possível.

Você vai encontrar inúmeras espécies de primatas, wallabies, crocodilos, suricatas, javalis, camelos, emas, lhamas e uma riqueza de pássaros exóticos.

O parque tem uma filosofia prática, e você pode entrar na cirurgia veterinária, enquanto os jovens podem se encontrar e cuidar de cabritos e cordeiros na fazenda educacional.

 

11. Montemor-o-Novo

 

A uma curta viagem a leste, Vendas Novas pertenceu a Montemor-o-Novo até formar o seu próprio município nos anos 60.

Na colina mais alta da região, o castelo decadente da cidade ainda abriga um castelo de ponche.

Foi construído em 1203 quando o rei Sancho I estava lutando para reconquistar Portugal dos mouros.

Você será recompensado com algumas fotos impressionantes de suas muralhas, torres, conventos e as colinas salpicadas de sobreiros no interior alentejano.

Há outra vista maravilhosa esperando no Santuário de Nossa Senhora da Visitação, do século XVI, uma capela no alto de um único caminho direto da cidade.

12. Comida e Bebida

 

Dirija-se ao mercado municipal ou faça compras em volta das aldeias para comprar algumas das guloseimas locais.

Podem ser enchidos curados como o chouriço e a alheira, o mel, os pinhões, as laranjas e os queijos alentejanos, que normalmente têm um sabor suave e textura semi-firme.

Se você sair para uma refeição, a cozinha do Alentejo é rústica, com muitas sopas e ensopados, cheios de ingredientes cultivados e criados na região.

O pão é a base das migas e da açorda, dois pratos feitos com muito azeite e alho.

E, o mais famoso, é usado para bifanas, sanduíches de lombo de porco marinados que são incríveis com um copo de cerveja gelada.

Há cinco bares em Vendas Novas que se orgulham deste prazer

  • 12 Melhores Coisas para fazer em Vendas Novas


Outros Artigos Populares no Blogue