Portugal é o terceiro país mais pacífico do mundo, apenas atrás da Nova Zelândia e Islândia. A conclusão é de um estudo realizado pelo Instituto para a Economia e Paz, na sua décima primeira edição do Global Peace Index (GPI).

 

Instabilidade política, conflitos internos, níveis de violência e militarização são alguns dos 23 indicadores que contribuem para ordenar na tabela os 163 países que participaram no estudo

 

Além de Portugal, o pódio inclui a Islândia (em primeiro lugar, posição que o país ocupa desde 2008) e a Nova Zelândia (em segundo). A subida de Portugal para terceiro lugar dá conta da melhoria de 12 dos 23 indicadores do GPI. "Apesar do aumento das importações de armas (principal indicador que contribuiu para a pontuação mais baixa) e do número de agentes da segurança interna e de polícias por 100 mil habitantes, todos os outros indicadores melhoraram ou permaneceram inalterados neste ano", indica o relatório

Para o ministro, esta evolução deve-se “ao investimento” na área e a “uma grande coordenação de meios entre as várias forças”, nomeadamente a GNR, PSP, Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e Polícia Judiciária. Mas também “a um esforço, no caso da GNR” dos “cerca de 23 mil mulheres e homens que, por vezes em condições muito difíceis, deram o melhor pela segurança dos portugueses”, acrescentou.

O 3.º lugar alcançado agora no Global Peace Index, segundo Eduardo Cabrita, “consolida a imagem” do país, que subiu uma posição em comparação com o ano anterior, mas o que interessa é “estar entre os melhores e continuar a trabalhar”.




Turismo em Portugal

Explora restaurantes museus hoteis e muito mais em Portugal