O jornal americano USA Today considerou o Mercado do Livramento, em Setúbal, como um dos melhores do mundo, entre o de Tóquio ou o de Brooklin. 


Conheça os números deste mercado, um dos mais conhecidos no país pelas bancas de peixe - fresco e muito variado.


6000 metros quadrados é a área total de implantação

1876 é a data de fundação do Mercado do Livramento

132 bancas com várias atividades comerciais

125 produtores inscritos nas vendas e 44 lojas nos pisos térreo e superior

24 metros de comprimento na nova área técnica




Conhecido pelas suas bancas de peixe sempre fresco, o Mercado do Livramento foi considerado, em 2015, pelo jornal americano USA Today um dos melhores mercados de peixe do mundo. Além do peixe, no mercado – ou praça, como é conhecido entre os setubalenses encontra-se também produtos hortícolas, ervas aromáticas e produtos regionais, como o vinho, o mel, várias qualidades de pão e artesanato local.

 

Todos os dias o mercado é procurado por turistas, que vêm não só pelos produtos, mas também para fotografar o painel de azulejos novecentista, com mais de cinco mil peças, que retrata cenas da vida quotidiana. O primeiro edifício do Mercado do Livramento foi inaugurado em 1876, sendo substituído por outra construção, em 1930.

 



 

 

A publicação destaca que Setúbal é“uma área com uma grande tradição de pesca e sublinha que, naquele mercado, a estrela é a sardinha. Chegam mesmo a recordar que Portugal consome 13 sardinhas por segundo no mês de junho, mês das festas populares de St. António, S. João e S. Pedro.

A decoração do Livramento, único mercado português em destaque, também não escapou ao USA Today. Referem as paredes, cobertas pelos “chamados azulejos”, que retratam cenas da vida quotidiana, “como a pesca ou a agricultura”. No mercado premiado estão 5700 peças de azulejos.