Com belas vistas, com bom ambiente, ou com boas localizações junto ao Tejo, em praças, ou junto a quiosques, estas são as cinquenta esplanadas que deve procurar em Lisboa sempre que o tempo convidar.

Além destes cinquenta lugares ao sol, recomendamos ainda mais dez bares panorâmicos sobre a cidade, que pode consultar aqui: Os 10 Melhores Terraços de Lisboa.

PORTAS DO SOL

Esta é a melhor “varanda” de Lisboa, com Alfama aos pés, o Tejo ao fundo e os elétricos a passar. É perfeita para apanhar banhos de sol, mas quem prefer proteger-se dos raios também encontrará muita sombra às mesas. Além da vista magnífica, oferece refeições e bebidas para refrescar de manhã à noite.

QUIOSQUE DA RIBEIRA DAS NAUS

A Ribeira das Naus, já conhecida como a “praia” do centro da cidade, tem um quiosque com uma esplanada em círculo quase em cima do rio. Há quem fique aqui ao sol durante horas, virado para a paisagem da Ponte 25 de Abril e dos cacilheiros a atravessar o Tejo.

PRAÇA DO COMÉRCIO

Hoje custa a acreditar, mas as primeiras esplanadas na Praça do Comércio (que a maioria dos lisboetas insiste em chamar ainda pelo nome antigo, Terreiro do Paço) surgiram apenas em 2011. Começaram na ala poente e no ano seguinte chegaram as da ala nascente. O sol bate nas esplanadas da ala poente durante a manhã, e nas da ala nascente durante a tarde. Estão alinhadas, e à primeira vista parecem ser uma grande esplanada, mas estão divididas, e os cafés e restaurantes têm todos uma oferta bem diferente. Há a escolha de comida tradicional portuguesa, italiana, portuguesa contemporânea, e internacional. E ainda gelados, cerveja, e petiscos para saborear com vista para o Tejo e para a arquitetura monumental.

À MARGEM

Faça chuva ou faça sol, esta é das esplanadas mais concorridas de Lisboa. É uma estrutura branca de ferro e vidro aberta para o Tejo, servindo refeições ligeiras a qualquer hora do dia, com vista para o Padrão dos Descobrimentos.

DOCAS DE SANTO AMARO

Este conjunto de armazéns do Porto de Lisboa foi há alguns anos transformado num dos principais espaços de lazer e de restauração da cidade. Tem uma variedade de restaurantes para todos os gostos, desde os especializados em peixe (os mais caros) às pizzas (mais económicos). Em qualquer um deles, há uma esplanada com uma bela vista da marina e da Ponte 25 de Abril.

MENINOS DO RIO

O mobiliário tem mudado ao longo dos anos, havendo a possibilidade de se ficar ao sol à mesa ou numa espreguiçadeira. Mas o que não muda é um dos melhores locais para se ficar à beira-rio, numa tarde de sol ou à noite. Na “decoração” estão também várias palmeiras que fazem pouca sombra, mas a atração principal é mesmo o sol, o ambiente e os copos e refeições que se servem.

DARWINS CAFÉ

Esta esplanada encontra-se virada para Torre de Belém, onde o Tejo começa a desaguar no Atlântico. Serve almoços e jantares, e há ainda um menu para lanches durante a tarde.

QUIOSQUE DO MIRADOURO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA

Este é, para muitos, o mais belo miradouro de Lisboa. Um quiosque com esplanada foi aberto em 2010, virado para o castelo, atraindo turistas e lisboetas que ficam a beber um copo ou a desfrutar de uma refeição ligeira. À sexta e sábado fica aberto até tarde.

ESPLANADA DA GRAÇA

Aqui respira-se Lisboa (e o perfume de pinheiros), com uma vista para o castelo, para o Tejo e para quase todo o centro histórico. Aberta até tarde, esta esplanada é onde os turistas descansam depois de percorrerem as colinas da cidade, e onde os lisboetas marcam encontro para se refrescarem com uma cerveja e com a brisa do vento pela noite dentro.

JARDIM DO TABACO

Junto ao terminal de cruzeiros e da estação de Santa Apolónia está um conjunto de antigos armazéns, agora ocupados por espaços de restauração com esplanadas viradas para o rio. Há o Deli Delux para brunch, o Cais da Pedra para hambúrgueres e refeições ligeiras, o Casanova para pizza, e o Bica do Sapato para jantares mais elaborados.

PÁTIO DO SIZA

Este pátio abrigado da agitação da Rua Garrett (a entrada é pelo número 19) e das outras ruas do Chiado, tem esplanadas para refeições a qualquer hora do dia. Há as pizzas do Mezzogiorno e os pratos mais leves do Fábulas e do Aprazível.

PRAÇA DO MUNICÍPIO

A Praça do Município é uma das mais elegantes da cidade, e desde 2013 tem um quiosque onde se servem sumos naturais, saladas e tostas para uma refeição a qualquer hora. A esplanada convida a apreciar a calçada portuguesa e a arquitetura envolvente ao som dos elétricos a passarem.

RUA COR-DE-ROSA

Desde que foi fechada ao trânsito e que o pavimento foi pintado, a Rua Nova do Carvalho no Cais do Sodré passou a ser conhecida por Rua Cor-de-Rosa. Tem as esplanadas mais concorridas de Lisboa à noite, mas algumas estão também abertas durante o dia para uma refeição ou um copo à sombra.

ESTE OESTE

Esta esplanada no Centro Cultural de Belém fica à sombra de oliveiras e de palmeiras, e oferece uma bela vista do Tejo e do Padrão dos Descobrimentos. Serve almoços e jantares que são uma curiosa mistura da cozinha italiana e japonesa.

QUIOSQUE DAS PORTAS DO SOL

É irresistível parar neste miradouro para apreciar a vista e tirar umas fotografias. E quando se vê a esplanada do quiosque, a pausa é sempre prolongada. Está quase sempre cheia de turistas que descansam com uma cerveja ou um café.

NOOBAI

Este café tem uma esplanada dividida em dois andares, onde se servem refeições ligeiras. A atração principal é a vista, sobretudo quando o sol se põe, sempre acompanhada por uma banda sonora variada e por um ambiente animado.

PHARMÁCIA

Um palacete amarelo virado para o Miradouro de Santa Catarina tem este restaurante que colocou uma agradável esplanada no jardim. Serve petiscos ao almoço, durante a tarde e ao jantar, e ainda cocktails para desfrutar nos bancos e espreguiçadeiras do relvado.

QUIOSQUE DO MIRADOURO DE SANTA CATARINA

A esplanada deste quiosque no miradouro de Santa Catarina tem a companhia do mítico Adamastor. Encontra-se virado para o porto de Lisboa, oferecendo uma vista da Ponte 25 de Abril. É uma esplanada muito concorrida durante o pôr do sol.

CAFÉ A BRASILEIRA

Esta esplanada tem sempre pelo menos um cliente à mesa -- Fernando Pessoa em estátua, tão fotografado pelos turistas. Por esse pequeno monumento e por toda a história do café aberto em 1905, esta é uma das paragens obrigatórias para quem visita a cidade. É por vezes difícil conseguir mesa, especialmente quando o passeio em frente é palco de atuações de artistas de rua.

CAFÉ BENARD

Este é um dos cafés mais antigos de Lisboa, servindo uma pastelaria variada neste espaço há mais de um século. É famoso pelos croissants, que turistas e lisboetas gostam de saborear na esplanada enquanto apreciam todo o movimento do Chiado.

QUIOSQUE DE REFRESCO - PRAÇA LUÍS DE CAMÕES

Este é um de quatro quiosques de refrescos (os outros estão no Jardim do Príncipe Real, na Praça das Flores e na Praça de São Paulo). Foi o primeiro a abrir, e tem uma esplanada onde os lisboetas recordam algumas bebidas tradicionais que andavam esquecidas, como o capilé.

QUIOSQUES LIBERDADE

Meia dúzia de quiosques foram colocados pela Avenida da Liberdade em 2011, cada um com a sua especialidade. Num pode encontrar pizza, noutro cachorros, mas em qualquer um pode sempre ter uma refeição leve ou simplesmente ficar a beber um copo. Muitas vezes há música ao vivo a animar o ambiente.

MERCADO DE FUSÃO

A Praça do Martim Moniz tornou-se ainda mais multi-étnica depois de terem sido colocadas esplanadas. Pertencem a vários quiosques, cada um especializado em um tipo de cozinha diferente. Foram pensadas para refeições rápidas, mas nos dias de sol ou durante os concertos de musica ao vivo que aqui se realizam aos fins de semana, convidam a estadias prolongadas.

MERCADO DA RIBEIRA

Quando o Mercado da Ribeira abriu o seu espaço de restauração na primavera de 2014, também reabilitou a vizinha Praça Dom Luis I. É para essa praça que as esplanadas do mercado estão viradas, para refeições a qualquer hora, de manhã à noite.

CAIS DO GÁS

O Cais do Gás fica no Cais do Sodré (junto à estação fluvial), e é um conjunto de velhos armazéns, a maioria deles restaurados. Abertos para o Tejo, são agora bares e restaurantes com esplanada, atraindo cada vez mais lisboetas para tardes e noites à beira rio enquanto passam os cacilheiros.

QUIOSQUE SOUNDWICH

A Praça Dom Luis I ganhou este quiosque quando o Mercado da Ribeira no seu lado nascente abriu o novo espaço de restauração. Tem um parque infantil ao lado, oferecido pelo Oceanário de Lisboa, e atrai turistas e lisboetas de todas as idades. É um local agradável para uma sanduíche ou simplesmente uma bebida ao sol.

LARGO DO DUQUE DE CADAVAL

O largo ao lado da Estação do Rossio é um oásis de tranquilidade numa das zonas mais agitadas da cidade. Tem várias esplanadas pertencentes a diferentes espaços de restauração, permitindo a escolha de uma refeição de pizza, de cozinha tradicional portuguesa, ou simplesmente um gelado ao meio da tarde.

38º 41

Esta esplanada com vista para o Padrão dos Descobrimentos no Hotel Altis Belém é conhecida pelas suas festas ao pôr-do-sol. O final da tarde é mesmo a melhor altura para se sentar aqui e admirar a paisagem com um copo de vinho ou cocktail.

CAFETARIA MENSAGEM

Virada para a marina da Doca do Bom Sucesso e para a Torre de Belém, esta esplanada do Hotel Altis Belém oferece uma ementa de almoços e jantares, e um brunch ao domingo. Serve também como ponto de encontro a qualquer hora do dia.

NOSOLO ITÁLIA - BELÉM

Em cima de um espelho de água, virada para o Padrão dos Descobrimentos, esta esplanada dá a sensação de se estar a flutuar no Tejo. Serve gelados, pizza e cozinha italiana, além de uma das melhores vistas de um dos monumentos mais icónicos de Lisboa.

ZAMBEZE

O topo de um antigo mercado, que é agora um silo automóvel, está ocupado por um restaurante com uma grande esplanada. O interior do restaurante é atraente, mas é na esplanada que todos procuram ficar, pois oferece uma vista panorâmica da Baixa até ao arco da Rua Augusta. Muitos turistas encontram-na por acaso, ficando depois a descansar ao sol com uma bebida ou refeição leve.

ALAMEDA DOS OCEANOS - LOTE 2.11

A Alameda dos Oceanos é a principal avenida do Parque das Nações, e junto ao Oceanário encontram-se várias esplanadas. Estão viradas não só para o Oceanário, mas também para o Tejo, e têm ainda vista para o topo da Torre Vasco da Gama. Qual das esplanadas é que escolhe, dependerá do seu apetite, pois cada restaurante tem a sua especialidade.

CAFÉ LISBOA

O tranquilo Largo de São Carlos é agradável a qualquer hora do dia, e desde que o chef José Avillez abriu o seu Café Lisboa ficou ainda mais convidativo. Há um menu para almoços e jantares, e outro para petiscar “fora de horas” (à tarde).

CAFÉ NICOLA

Este é um dos muitos cafés históricos de Lisboa, e encontra-se virado para uma das praças mais emblemáticas da cidade. Da esplanada avista-se o castelo, e admira-se a fachada do Teatro D. Maria II e as fontes monumentais do Rossio.

LARGO DO CARMO

Por baixo dos jacarandás deste largo estão várias esplanadas pertencentes a restaurantes diferentes. Ficam em frente às ruínas do Convento do Carmo, e oferecem refeições ou simplesmente bebidas a quem procura descansar depois de percorrer as ruas do Chiado.

JARDIM DO PRÍNCIPE REAL

Este jardim romântico oferece a sombra de árvores centenárias e sol nas esplanadas. Há o quiosque cor-de-rosa a servir refrescos, o Quiosque do Oliveira para copos ao final da tarde, e ainda a Esplanada do Príncipe Real que também é coberta para os dias de chuva.

BELLA LISA ELEVADOR

Fica no topo de um dos monumentos mais emblemáticos de Lisboa, o Elevador de Santa Justa, e por isso atrai muitos turistas. Serve cozinha italiana com uma vista panorâmica do castelo e da Baixa.

CAFÉ NO CHIADO

Fica entre os teatros de São Luiz e de São Carlos, e é onde se pode ficar a ver os elétricos a passar. Pode-se optar pela ementa do restaurante para almoçar ou jantar, ou lanchar à tarde.

U CHIADO

É um dos melhores restaurantes do Chiado, e além dos almoços e jantares, oferece também refeições mais leves durante a tarde na esplanada. É um espaço para ficar à conversa enquanto passam os elétricos.

CENTRO VASCO DA GAMA

O piso 3 do Centro Vasco da Gama, por cima da zona de restaurantes de comida rápida, tem um terraço que, curiosamente, pouca gente conhece. Oferece uma vista da Torre Vasco da Gama, do Meo Arena e do Tejo, e ainda vários restaurantes para refeições menos rápidas.

LINHA DÁGUA

Situada no topo do Parque Eduardo VII, bem próximo dos armazéns El Corte Inglés, esta esplanada é espelhada num pequeno lago e rodeada de relva. Atrai famílias, crianças, e jovens de todas as idades.

ELÉCTRICO BANANA CAFÉ

Um elétrico que percorreu as ruas de Lisboa até 1988 encontra-se agora estacionado bem perto dos Jerónimos, e ganhou uma vida nova. Depois de restaurado, passou a café, servindo smoothies e lanches durante todo o dia. A esplanada é usada pelos turistas que aproveitam para abrir os guias e rever os seus itinerários.

RUA VIEIRA PORTUENSE

Esta pequena rua virada para os jardins de Belém tem vários restaurantes nas típicas e coloridas casas lisboetas que datam dos séculos XVI e XVII. Todos têm esplanada no passeio em calçada portuguesa, e a maioria serve cozinha tradicional portuguesa, tendo o peixe assado como especialidade.

O DAS JOANAS

O Largo do Intendente, durante muito tempo um espaço a evitar, ganhou vida nova depois de uma reabilitação em 2011. E esta esplanada deu o seu contributo. É a de um pequeno café que serve especialidades de várias etnias, inspirando-se no multiculturalismo do bairro. Fica ao lado de um dos edifícios mais curiosos da cidade, o da Fábrica Viúva Lamego, completamente forrado com azulejos coloridos.

PRAÇA DE SÃO PAULO

Esta é uma bela praça pombalina que infelizmente esteve esquecida e abandonada durante muitos anos. Hoje começa a ficar mais animada, graças às esplanadas. Uma delas é a de um quiosque de refrescos.

JARDIM DA ESTRELA

O jardim da Estrela é um dos mais bonitos de Lisboa, e tanto a esplanada junto à entrada em frente à basílica, como a do quiosque colocado perto de um dos portões na Avenida Álvares Cabral, são belos espaços para uma pausa a qualquer hora do dia. Quem tem crianças pode deixá-las a brincar no parque enquanto fica à conversa e desfruta de um café ou de uma refeição ligeira.

ESPLANADA DO TOREL

Quando o jardim-miradouro do Torel reabriu recuperado em 2010, acrescentou esta esplanada que serve saladas, tostas e vinhos desde o meio da manhã até pouco depois do jantar (dependendo da época do ano e das condições climáticas). É um espaço agradável para relaxar depois de se subir a colina desde a Avenida da Liberdade, no Elevador do Lavra.

PASTELARIA SUIÇA

Tem esplanada na Praça da Figueira com vista para o castelo, mas é a do Rossio com vista para todo o movimento dessa praça que recomendamos. Está sempre cheia de turistas, e apesar de ter sido o primeiro café a servir croissants em Portugal, hoje é conhecido pela pastelaria variada.

BAR DAS IMAGENS - COSTA DO CASTELO

Perdeu parte da vista quando foi construído o elevador público em frente, mas continua a ser um espaço convidativo para uma pausa perto do castelo. É uma boa escolha para um copo ao final da tarde ou até para um lanche.

BROWNS COFFEE SHOP

A Baixa tem muitas esplanadas, mas infelizmente a maioria são armadilhas para turistas. Esta esplanada é uma das poucas exceções, geralmente ocupada por jovens. O interior do café também é atraente, mas é na esplanada que se está melhor nos dias de sol.